var rightCollapseDefault='show'; var excludeModules='38';
Acesso à informação
free templates joomla

Pronatec no IFMG

E-mail Imprimir

“Dores” não... exemplos do Indaiá

“Trabalho há oito anos com construção civil e sempre tive vontade de fazer Engenharia, mas nunca tive condições financeiras. Aí surge um curso técnico na minha cidade e na minha área. Então é uma grande oportunidade, porque sou casado e, para mim, é mais limitado sair para estudar fora.

Aqui temos professores bons e todo o curso é voltado para a minha profissão. Portanto, estou gostando muito. O único problema que ocorreu é que, de um módulo para o outro, demorou para se contratar o professor”.

Wagner Moreira de Lima, aluno do curso técnico em Edificações

O pedreiro Wagner é apenas um dos moradores de Dores do Indaiá (outros depoimentos abaixo) que mudaram sua rotina e passaram a frequentar um dos cursos ofertados à noite, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Dores é uma das mais de 100 cidades mineiras na qual cursos como esses são ofertados sob a gestão do Instituto Federal de Minas Gerais.

Com o apoio da Prefeitura de Dores do Indaiá, nessa pequena cidade na região centro-oeste, 10 cursos técnicos (ver lista abaixo) são ofertados em espaços cedidos pela Escola Municipal Benjamim Guimarães, local que antes era fechado no período noturno. “Algumas aulas práticas funcionam em minilaboratórios ou laboratórios emprestados, como o de motocicletas, do Câmpus Bambuí. Além disso, a partir de setembro, os alunos do curso de Enfermagem poderão fazer estágio no hospital da cidade, por meio de um convênio com o Pronatec”, explica a colaboradora Débora da Encarnação.

Segundo o prefeito de Dores do Indaiá, Ronaldo da Costa, “essa é uma região com pouca oferta de trabalho e se a mão-de-obra não tiver qualificação, então fica ainda mais complicado. Além disso, o custo é muito baixo para a Prefeitura, portanto não tivemos nenhum malefício para os cofres públicos”.

Além disso, conclui ele, “essa movimentação em uma cidade do interior oferece mais qualidade de vida às pessoas, pois elas passam a ter um conhecimento que provavelmente não teriam, não fosse por isso. Portanto, nosso interesse é fazer de Dores um polo regional do Pronatec”.    

Cursos ofertados

Técnicos subsequentes: Informática e Administração

Duração: 1 ano

Técnicos concomitantes: Edificações, Enfermagem e Agronegócio

Duração: 1,5 ano

Cursos FIC: Contador de histórias, Artesão de pintura em tecido, Agente comunitário de saúde, Mecânico de Motocicleta e Auxiliar Administrativo

Depoimentos

“Ter o curso técnico em Enfermagem aqui em Dores foi uma grande oportunidade de capacitação para o trabalho, não só para mim, mas para as minhas colegas, porque até então só havia na cidade vizinha. Também sei que o curso oferece até mais recursos, como um pequeno laboratório e materiais IPI, do que escolas particulares da região”.

Elisabeth Ribeiro da Silva, aluna do curso de Enfermagem, mãe de três filhos

“Acredito que carrego comigo essa habilidade de contar histórias, vem de família, o meu avô gostava de contar histórias e sempre havia uma moral naquilo que estava sendo contado. Na rádio onde trabalho, de certa forma, conto histórias. Então, eu quis saber se havia algum tipo de técnica para se contar, ou até mesmo para adequar, uma história. Assim, gostei do curso, só acho que deveria ser mais longo, incluir expressão vocal, por exemplo.  

Além disso, tenho feito esse trabalho em escolas, no asilo e consegui, também, um espaço junto à Secretaria de Educação voltado para esse tipo de atividade. Pretendo chamar de ‘Balaio’”.

Maria das Dores de Jesus (Mara), aluna do curso de “Contador de histórias”, mãe de quatro filhos (moram em Betim e Dores) e dois netos

“Para fazer o curso duas vezes por semana à noite deixei duas atividades, que aconteciam nos mesmos dias. Vim porque comentaram que o curso estava legal, então me interessei em aprender, fazer algo diferente, nunca tinha mexido com pintura e agora estou gostando muito. Além disso, a professora e a turma são muito legais”.

Teodolina de Laura Calmon (Dorinha), aluna do curso de pintura em tecido, mãe de quatro filhos e oitos netos, todos a incentivam a fazer o curso

Saiba mais sobre o Pronatec.



 
 


2014 INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS. Usando: Joomla! Software Livre
Avenida Prof. Mário Werneck, 2590 - Buritis - Belo Horizonte - MG - Brasil
CEP: 30575-180 | Telefone: (31) 2513-5222

topo da página