var rightCollapseDefault='show'; var excludeModules='38';
Acesso à informação
free templates joomla

Pronatec no IFMG

E-mail Imprimir

E de repente, a oportunidade gera motivação!


“O conhecimento que adquiri contribuiu para que eu exercesse melhor minhas atividades. Coincidentemente, hoje passei a trabalhar no faturamento do hospital, mas ainda sim atuo como recepcionista para cobrir o almoço de alguns colegas.

Realmente gostei muito do curso e até incentivei outras pessoas a fazerem o curso porque, pra mim, foi bom. Mesmo já atuando na área, acho que sempre temos algo a aprender!

Foi por isso que resolvi fazer esse novo curso (técnico em Enfermagem). Chego em casa às 17h, é a conta de tomar banho, tomar um café e ir à escola. No entanto, a melhor coisa que aconteceu pra mim foi esses cursos serem ofertados; não tenho gasto com nada e ainda estou aprendendo.

Acho que uma oportunidade dessas, aqui em Santo Antônio, deve ser aproveitada, porque algo como isso nunca aconteceu na cidade”.

Lidiane Ap. Reis Castro, casada, mãe de uma menina de seis anos. O marido fica com a filha à noite para que ela possa estudar.

Mais de 370 estudantes como Lidiane já se formaram em cursos ofertados pelo Pronatec desde que o Instituto Federal de Minas Gerais levou o programa a Santo Antônio do Amparo, numa parceria com a Prefeitura Municipal.

Atualmente, dois cursos estão funcionando na cidade pelo IFMG: Técnico em Enfermagem e Técnico em Segurança do Trabalho, com estudantes inclusive da zona rural. O objetivo é oferecer, no futuro, estágios e aulas práticas por meio de convênios com instituições públicas e privadas.

Segundo a secretaria municipal de Assistência Social, Regane Maria Tomaz, “houve três pactuações nas quais foram ofertados os seguintes cursos: Operador de Caixa, Inglês Básico, Cuidador de Idosos, Inglês Intermediário, Cabelereiro, Recreador, Vendedor, Agente Comunitário de Saúde, Motorista de Transporte Escolar, Aconselhador em Dependência Química, alguns deles mais de uma vez". Veja o que estudantes ou ex-alunos estão dizendo!


“Como Santo Antônio é muito pequena, não é possível escolher demais que curso fazer, é importante estar apto a mais de uma área. Acredito que seja uma oportunidade rara e uma chance muito bacana porque, há algum tempo, eu gostaria de ter feito esse curso, mas só havia em outra cidade e particular e minha situação não dava condições de fazê-lo.

Assim, quando o Pronatec chegou vi a possibilidade de realizar um sonho, atuar numa área que me interesso e, porque não, melhorar a minha vida. Sem dúvida, vejo nesse curso um ponto de apoio para uma possível mudança de nível socioeconômico”.

 

Antônio Ricardo Ribeiro, casado, estudante do curso de Técnico em Segurança do Trabalho (na foto, ao lado da colega Keila)

“Eu já trabalhava nessa loja, mas depois que fiz o curso, a qualidade do meu atendimento aumentou bastante. Além disso, eu não teria oportunidade de fazer tal curso aqui em Amparo, se não fosse por essa parceria entre o IFMG e a Prefeitura.

Tivemos bons professores, só achei que a organização deixou a desejar em alguns aspectos, entre eles a certificação e até o pagamento da bolsa (de alguns alunos)”.


Tamara Luciana da Costa, ex-aluna do Pronatec, auxiliar de escritório em uma loja (na foto, ao lado da colega Jenniffer)

“Para mim, o curso influenciou positivamente na hora de fazer o Enem. Gostei muito de alguns professores porque apresentaram os conteúdos de forma bastante dinâmica. O único incômodo é que um deles desistiu, então um curso que teria três meses foi concluído em seis, mas acredito que esse tipo de problema poderia ocorrer em razão de ter sido um dos primeiros cursos oferecido pelo Pronatec.

Acho que outro detalhe que não tem exatamente a ver com o curso, mas é importante lembrar é a mentalidade de muitos aqui na cidade. Nem todo mundo enxerga positivamente o fato de um funcionário estudar. Para alguns, a ideia do trabalhador crescer é um ‘problema’”. 


Thaline Ferreira, lojista, curso de inglês básico

"Eu trabalhava na Casa do Idoso, mas não tinha conhecimento nenhum, apenas fazia como via outras pessoas fazendo. Com o curso, muitos procedimentos que eu realizava errado, passei a fazer certo e a entender melhor os porquês daquelas ações. Além disso, agora posso dar orientações a famílias que contam com idosos em casa".
  

Rosemeire dos Santos, curso de Cuidador de Idosos, com o senhor Armando de Carvalho

“Como eu já trabalhava na Casa do Idoso, achei o curso interessante porque pude aperfeiçoar meus conhecimentos para executar algumas tarefas lá. Acredito que por ter sido ofertado pela primeira vez, alguns ajustes ainda precisavam ser feitos, mas também acho que, nos próximos, esses detalhes vão ser ajustados”.


Raquel Vieira Duarte, técnica em Enfermagem, curso de Cuidador de Idosos, com a senhora Ana de Andrade 
 

NOSSAS UNIDADES

Planets

2015 INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS. Usando: Joomla! Software Livre
Avenida Prof. Mário Werneck, 2590 - Buritis - Belo Horizonte - MG - Brasil
CEP: 30575-180 | Telefone: (31) 2513-5222

topo da página