Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Alunos produzem série de reportagens sobre o impacto das desigualdades na juventude de Ouro Preto
conteúdo

Notícias

Alunos produzem série de reportagens sobre o impacto das desigualdades na juventude de Ouro Preto

por Tatiana Toledo publicado: 20/11/2019 13h59, última modificação: 05/12/2019 12h57

O site institucional do Campus Ouro Preto divulgará, a partir deste mês, uma série de reportagens produzidas por alunos dos cursos técnicos integrados em Administração e Metalurgia, pertencentes às turmas MET1D1, ADM1D1 e ADM1D2.

Trata-se de um trabalho desenvolvido na disciplina de Língua Portuguesa, ministrada pelo professor Paulo Ricardo Moura nessas turmas. “Os estudantes foram reunidos em grupos para produzir uma webreportagem, com a exigência de que se utilize a linguagem verbal conjuntamente com outros tipos de linguagem, sejam elas visuais ou audiovisuais, o que constituirá um texto multimodal”, explica.

Expressar uma reflexão crítica sobre a realidade marcada por desigualdades vivenciada pelos jovens como forma de aprofundar a leitura crítica do romance "Capitães de areia", de Jorge Amado, é uma das propostas da atividade.  Nesse sentido, as reportagens publicadas terão, como tema, o impacto das desigualdades na juventude de Ouro Preto e região. “Os alunos escolheram um tipo de desigualdade e determinaram um grupo de jovens para conhecer sua realidade. Em sala, discutimos a reportagem como gênero textual, bem como refletimos sobre aspectos positivos e negativos dos meios de comunicação em nossa sociedade, com o objetivo de que os alunos se tornem mais conscientes do fazer jornalístico”, esclarece o professor.

A utilização de diferentes conteúdos trabalhados em sala de aula, como conceito de língua e linguagem, coesão e coerência, texto e discurso, na produção de um gênero textual específico, também é um dos focos da proposta. Ainda segundo o professor, a atividade também tem o intuito de promover a produção de textos que se insiram em uma situação comunicativa real, mais especificamente, no contexto da internet e das redes sociais, de modo a integrar as novas tecnologias da informação e da comunicação às práticas educativas. Por fim, o trabalho conduzido pelo docente pretende promover uma oportunidade para que os alunos reflitam sobre a importância e o poder dos meios de comunicação na sociedade contemporânea, desde o acesso à informação até a problemática das fake news.  

Para Beatriz Magalhães, aluna de Administração, o trabalho proporcionou experiências além do imaginado. "Conversei com pessoas novas de diferentes cursos e anos, dessa forma, desconstruí estereótipos formados por visões que tinha sobre pessoas que, muitas vezes, não conhecia. É importante que momentos assim tenham incentivo de atividades de dentro da sala de aula, afinal, muitos alunos têm dificuldades para se enturmar e situações como essa podem ser a abertura para uma maior socialização", destaca.

Confira, nos próximos dias, a série de reportagens do "Especial juventude ouro-pretana", que ficará em destaque no site do Campus.

 

Para conferir todas as publicações da série, acesse: Especial Juventude Ouro-pretana