Você está aqui: Página Inicial > Pesquisa > Projetos > Junho de 2015 a Agosto de 2016 > Ecologia Aplicada > Avaliação do uso de famílias de moscas (Brachycera - Diptera) Asilidae e Stratiomyidae como bioindicadores em formações florestais
conteúdo

Avaliação do uso de famílias de moscas (Brachycera - Diptera) Asilidae e Stratiomyidae como bioindicadores em formações florestais

por Thiago Gomes publicado 09/01/2018 11h35, última modificação 09/01/2018 11h35

A gestão de áreas de preservação ambiental utiliza como subsidio principalmente os dados ambientais disponibilizados pelas pesquisas realizadas em seu interior. Os estudos de biodiversidade estão entre os mais utilizados nesse contexto. As famílias Asilidae e a Stratiomyidae, da subordem Brachycera, ocorrem comumente em vários tipos de ambientes, desempenham funções relevantes no ecossistema e ainda demandam de minuciosos trabalhos de levantamento, taxonomia e biologia. Com o presente projeto pretende-se ampliar o conhecimento sobre a diversidade e distribuição da fauna de Asilidae e Stratiomyidae no Parque Estadual do Rio Doce (PERD) em diferentes níveis taxonômicos: subfamília, gênero e espécies. Utilizando um monitoramento de três anos da frequência e abundância de indivíduos dessas duas famílias em diferentes tipologias vegetacionais do PERD e relacionando esses resultados com características ambientais encontradas nessas tipologias. A parte de coleta e triagem de insetos já foi realizada, mas ainda será necessário refinar a identificação de alguns exemplares. Além disso, nas áreas onde foram feitas as coletas serão medidos parâmetros ambientais que serão contrastados com os resultados obtidos para esses dípteros. Uma das avaliações que será feita é da serapilheira, que será coletada e posteriormente analisada em laboratório. Outros parâmetros tais como densidade e diâmetro de árvores, e cobertura do sub-bosque serão mensurados.

 

Orientador: Julio Cesar Rodrigues Fontenelle