Você está aqui: Página Inicial > Nota máxima: curso de Engenharia de Alimentos do Campus Bambuí recebe nota 5 em avaliação MEC
conteúdo

Notícias

Nota máxima: curso de Engenharia de Alimentos do Campus Bambuí recebe nota 5 em avaliação MEC

publicado: 21/02/2019 18h20, última modificação: 21/02/2019 18h20

Qualidade e excelência. São essas as melhores palavras para classificar o curso de Engenharia de Alimentos do Campus Bambuí, que recebeu o conceito 5 após avaliação feita pelo MEC nos dias 11 e 12 de fevereiro. Nota máxima.

A visita feita pela Comissão de Avaliação do Ministério ao Campus analisou os indicadores relativos ao Ato de Reconhecimento do Curso em três dimensões: organização didático-pedagógica, corpo docente e tutorial e infraestrutura. Pelas informações disponibilizadas no sistema e-MEC e pelos dados constatados presencialmente, foram considerados atendidos todos os requisitos legais e normativos.

“Houve um envolvimento de toda equipe do Campus: diretores, gestão, docentes, técnicos e discentes, além da Procuradoria Educacional do IFMG em prol do curso. Além disso, temos uma infraestrutura encantadora.” Comemora a coordenadora do curso, Jéssica Ferreira Rodrigues.  Ela lembra que a unidade possui  excelentes avaliações em outras Engenharias,  como a de Produção, também avaliada com nota 5 em 2014 e a de Computação, que recebeu o conceito 4 em 2018.  

O curso
Com duração de cinco anos, o bacharelado em Engenharia de Alimentos oferece 40 vagas anualmente, tem 130 alunos matriculados e é ofertado no Campus Bambuí desde 2014. “Desde que assumimos a Procuradoria Educacional Institucional, nossa proposta é conseguir um conceito de excelência de, no mínimo, nota 4 em todas essas avaliações”, explica Denise Santana, técnica em assuntos educacionais na Reitoria.

Além das Engenharias de Alimentos e de Produção, o curso de Engenharia Metalúrgica do Campus Ouro Branco também recebeu o conceito 5 após avaliação feita pelo MEC  em agosto de 2017.