Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ansiedade e depressão dos estudantes é tema de palestra promovida pelo Programa Diálogos em Ouro Preto
conteúdo

Notícias

Ansiedade e depressão dos estudantes é tema de palestra promovida pelo Programa Diálogos em Ouro Preto

publicado: 19/06/2019 13h30, última modificação: 19/06/2019 13h30

O Programa Diálogos do Campus Ouro Preto promoveu, no dia 12 de junho, em parceria com o Programa Sala Aberta, da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), a palestra “A ansiedade e a depressão dos estudantes e suas implicações nas relações pedagógicas”. Com participação do professor e psicólogo Eduardo Simonini, da Universidade Federal de Viçosa, o evento pretendeu contribuir para uma reflexão sobre o tema e estabelecer estratégias para lidar com tal situação durante a prática pedagógica.

Para a pedagoga Geralda Pena, que coordena o Programa no Campus Ouro Preto, a temática escolhida é de grande relevância na Instituição devido ao trabalho pedagógico desenvolvido com alunos dos cursos técnicos e de graduação e pela vivência, no cotidiano, de diversas situações de alunos que têm seu desempenho escolar afetado por estas questões. “A reflexão, proporcionada pela palestra do professor Eduardo Simonini,  bem como a busca coletiva de estratégias na Instituição, nos possibilitará visualizar caminhos para o enfrentamento desse desafio”, afirma.

De acordo com a Técnica em Assuntos Educacionais do Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP) da UFOP, Juliana Santos, o tema foi pensado a partir das demandas dos próprios professores que convivem no ambiente acadêmico com alunos com fortes crises de ansiedade e depressão, o que reflete no desempenho em sala de aula, tornando-se mais um desafio a ser enfrentado na prática docente. “Percebemos, em nosso cotidiano, que há uma preocupação por parte dos docentes em compreender essas situações de sofrimento dos alunos, de modo a ter sensibilidade para escuta e encaminhamento aos grupos de apoio e serviços existentes na instituição”, explica.

Participante do Programa Diálogos, a professora do curso técnico em Mineração Ana Maria Vieira avaliou positivamente o evento, em especial, o tratamento dado à temática. “Gostei muito da palestra, principalmente da forma como o palestrante abordou o assunto, ou seja, trazendo histórias reais. Sobre o tema, penso que a escolha foi muito feliz, uma vez que nossos alunos estão em uma idade em que a ansiedade e a depressão aparecem crescentemente”, destaca.

Dois anos de Diálogos

Esse foi o 11º encontro realizado pelo Programa Diálogos, que completa dois anos neste mês de junho e já promoveu, até o momento, nove palestras, uma oficina pedagógica e um minicurso, abordando temas diversificados voltados para a reflexão sobre o processo ensino-aprendizagem. “O Programa tem se constituído em um espaço de diálogo com os professores nas discussões sobre as especificidades do processo ensino-aprendizagem, tendo por base a reflexão sobre a sua própria prática e sobre a docência nos Institutos Federais, contribuindo para a formação continuada e para o aprimoramento didático-pedagógico”, avalia Geralda Pena.

Parceria com a UFOP

Em julho de 2018, foi iniciada uma parceria do Programa Diálogos com o Programa Sala Aberta, da UFOP, o que tem possibilitado que os eventos sejam planejados e realizados conjuntamente, atendendo aos docentes do IFMG e da universidade. A cooperação tem possibilitado o aumento do número de professores atendidos, fazendo com que a possibilidade de compartilhar conhecimentos entre eles também seja maior, estreitando os laços entre as duas instituições.

Segundo Juliana Santos, os programas de desenvolvimento profissional docente vêm ganhando espaço em várias instituições de ensino, uma vez que muitos professores não tiveram em suas formações iniciais um preparo para atuar na docência: “Muitos se tornam professores a partir das tentativas de ensaio e erro, já nos diz a literatura especializada da área. Nesse sentido, a UFOP desenvolve o programa Sala Aberta desde 2013, visando criar espaços de reflexão sobre a prática docente onde o professor possa ser o protagonista. A parceria com o Diálogos do IFMG veio para somar esforços institucionais e fortalecer ambos os programas na formação continuada dos nossos professores. Além disso, proporciona um intercâmbio entre os docentes do nível técnico e médio e os professores do ensino superior, enriquecendo o diálogo entre pares”.