Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Campeões do “Game of Campi” recebem premiação pela contribuição ao PDI
conteúdo

Notícias

Campeões do “Game of Campi” recebem premiação pela contribuição ao PDI

‘Cheques’ aos vencedores foram entregues durante reunião do Colégio de Dirigentes, na Reitoria.
publicado: 14/12/2018 15h38, última modificação: 14/12/2018 16h38

Os vencedores do Game of Campi receberam, na tarde da quinta-feira, 13 de dezembro, os prêmios da disputa idealizada para dar oportunidade à comunidade acadêmica de participar da construção do novo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG). Os “cheques” com os valores de cada prêmio foram entregues pelo pró-reitor de Ensino, Carlos Bernardes, e pelo diretor de Desenvolvimento Institucional, Adriano Tonelli, durante a reunião do Colégio de Dirigentes, realizada na Reitoria, em Belo Horizonte.

Ribeirão das Neves foi o campus campeão, com 4.945 participações, e levou o prêmio de R$ 15 mil. Já a ideia mais pontuada foi a do docente Haroldo Lacerda de Brito, do Campus Ouro Branco, que alcançou 148 curtidas e 118 comentários válidos, alcançando 7.560 pontos. O comentário, que recebeu o prêmio de R$ 17 mil, fez menção aos projetos de pesquisa realizados no Instituto, dando destaque para aqueles que estudam o descarte correto de medicamentos, pilhas, baterias e outros resíduos que contêm produtos químicos.

“A ideia surgiu da importância desse tema hoje. Trabalhamos uma disciplina no campus, dentro do curso Técnico em Administração, que se chama logística reversa, também chamada de economia circular. E lá relatamos a importância disso. É uma discussão atual, um tema no qual todos podem dar a sua contribuição”, declarou o professor, após receber a premiação.

Além da quantia de R$ 17 mil, o Campus Ouro Branco conquistou ainda o terceiro lugar na disputa entre os campi, ganhando o direito de receber mais R$ 8 mil. “A participação foi surpreendente, a gente ficou muito feliz com o envolvimento. Tiveram pessoas que foram fundamentais no processo, como o próprio professor Haroldo, que definiu uma estratégia e, a partir disso, organizamos o campus para uma efetiva participação dos servidores e alunos. O pessoal comprou a ideia e quis brigar pelas primeiras posições. O fato de termos conseguido dois prêmios mostra a união, quando a gente tem esse espírito de trabalhar juntos, os resultados são efetivos”, declarou o diretor-geral do campus, Lawrence de Andrade Magalhães Gomes.

Com o valor total de R$ 25 mil para ser investido em 2019, o diretor diz que já existem ideias para utilizar a quantia, mas que a comunidade vai ajudar a decidir as prioridades. “Em relação ao prêmio, a gente pretende aplicá-lo para os alunos. Criar uma sala de coworking, que vai ser um espaço para grupos de estudos, para a pesquisa, para os alunos dos diversos cursos interagirem juntamente com os professores que estão ministrando pesquisas e têm bolsistas. A ideia é ser um espaço de criatividade, de inovação. Já uma outra sala será destinada ao grêmio, à atlética. Mas vamos conversar com o campus também, definir uma espécie de orçamento participativo para esse investimento, ver as prioridades e aplicar dentro do que foi a expectativa do game”, explicou.

1º Lugar Campus Ribeirão das Neves.jpgSatisfeito com o resultado, o diretor-geral do Campus Ribeirão das Neves, Charles Martins Diniz, afirmou que a proposta de realizar o Game of Campi, simulando o ambiente de uma rede social, foi “um diferencial” para que as pessoas se interessassem em participar. “Tivemos a estratégia de basicamente nomear uma equipe, uma comissão local para trabalhar nisso. Os servidores que participaram de uma oficina na Reitoria abraçaram a ideia e isso foi um fator muito importante. Além dessa estratégia, o grande diferencial foi o que fizemos no final. A última semana do game, os últimos cinco dias, coincidiu com um feriado nacional. Avisei ao pessoal que nesses dias provavelmente ninguém participaria. Foi aí que mobilizamos a comunidade novamente e conseguimos fazer esse número”, revelou.

Para o professor, “tudo o que as pessoas acreditam e abraçam” dá certo. “(O Campus Ribeirão das) Neves tem feito isso ultimamente e recorrentemente. Fazendo um paralelo com isso, no orçamento deste ano tínhamos R$ 1,3 milhão, mas conseguimos empenhar quase R$ 2,6 milhões. Praticamente dobramos o orçamento em função de emendas parlamentares, em função de processos que foram feitos independente de haver recurso ou não, e acabou tendo (recurso) depois. O trabalho foi realizado acreditando que as coisas iriam acontecer. A vitória no PDI foi mais uma consequência disso”, afirmou.

Do total de 12.050 interações registradas na plataforma virtual, 4.945 foram de Ribeirão das Neves. O segundo maior índice de participação foi alcançado pelo Campus Ipatinga. O cheque simbólico de R$ 10 mil foi entregue ao diretor-geral Alex Andrade Fernandes, que também recebeu o prêmio de R$ 6 mil, referente ao quarto lugar, conquistado pelo Campus Ponte Nova, já que o diretor-geral Leonardo de Paiva Barbosa não pôde comparecer. O prêmio de R$ 4 mil, referente ao quinto lugar, foi entregue ao diretor-geral do Campus Conselheiro Lafaiete, Rodrigo de Andrade Reis.

A apuração final dos resultados, com o índice de participação de cada unidade do IFMG, está disponível para consulta neste link.

Clique aqui e leia outras notícias sobre o PDI.

registrado em: