Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Gestores dos Institutos Federais sediados em Minas e do Cefet-MG debatem pauta conjunta
conteúdo

Notícias

Gestores dos Institutos Federais sediados em Minas e do Cefet-MG debatem pauta conjunta

Reunidos em Belo Horizonte, dirigentes discutiram parcerias capazes de otimizar a gestão de recursos e fortalecer a Rede em Minas
publicado: 27/08/2019 12h22, última modificação: 27/08/2019 12h22

Os dirigentes das instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Rede EPCT) sediadas em Minas Gerais reuniram-se nesta segunda-feira, dia 26, para tratar aspectos comuns da gestão e buscar alternativas que proporcionem mais integração e otimização de recursos. Realizado na Reitoria do IFMG, na capital, o encontro contou com a presença do diretor geral do Cefet-MG, Flávio dos Santos, dos reitores do IFNMG, José Ricardo Martins; IF Sudeste MG, Charles Okama; IF Sul de Minas, Marcelo Bregagnoli; IFTM, Gil Almeida; e do anfitrião, Kléber Glória.

Segundo o reitor do IFMG, Kléber Glória, a reunião foi produtiva, com definição prévia de uma pauta prioritária de interesse comum e encaminhamentos relevantes. Um dos pontos principais diz respeito aos próximos passos para concretização do recebimento dos recursos da emenda de bancada, a qual as instituições fazem jus. Os gestores também apresentaram os respectivos organogramas e distribuição de servidores nos campi e Reitoria, a fim de trocar informações sobre a organização institucional e identificar possíveis parcerias. Colaboração técnica para a realização de atividades na área de Segurança no Trabalho e constituição de comissões mistas para atuação em Processos Administrativos Disciplinares (PADs) foram algumas das possibilidades tratadas.

Os decretos federais referentes ao contingenciamento também estiveram em discussão, sob o aspecto da perspectiva de liberação de parte dos recursos a partir de setembro. No âmbito estadual, os gestores levantaram possibilidades de parceria com o Governo do Estado para um programa de capacitação em rede, além de outras questões, como a participação mais ativa junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).

Houve, ainda, discussões iniciais no sentido de pensar um processo seletivo unificado para a Rede. “Seria uma possibilidade para o futuro, de livre adesão, claro, que poderia proporcionar mais visibilidade e redução de custos”, adianta Kléber Glória. Segundo o reitor, o grupo planeja prosseguir com as reuniões. "Buscar soluções conjuntas é fundamental, no atual momento, e conseguimos nos organizar para encaminhamentos importantes", avalia.