Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Gestores participam de oficina para construção do PDI
conteúdo

Notícias

Gestores participam de oficina para construção do PDI

Atividades irão nortear o planejamento do IFMG para os próximos cinco anos. Servidores e estudantes têm participado ativamente com contribuições para a melhoria do planejamento estratégico.
publicado: 06/11/2018 16h02, última modificação: 12/11/2018 12h51

Eficiência, eficácia e produtividades durante os processos têm sido fatores-chave para as organizações que buscam evoluir seus modelos de gestão. E nesse contexto, o Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) tem trabalhado nas atividades de planejamento estratégico que norteará o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2019-2023 da instituição.

O Campus Ribeirão das Neves sediou no último dia 30 de outubro, uma oficina sobre a matriz SWOT e o Mapa de Empatia para diretores-gerais dos campi, diretores de Ensino e de Extensão. A ‘missão’ dos participantes era identificar as Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças dos ambientes externos e internos, além de buscar compreender o pensamento e as necessidades do público-alvo. O resultado desta oficina serviu como material para embasar o planejamento estratégico do IFMG para os próximos cinco anos.

Durante o evento, o reitor do IFMG, Kléber Gonçalves Glória, destacou a importância da participação dos gestores e da comunidade acadêmica na construção do PDI. “Toda a comunidade acadêmica está engajada e contribuindo ativamente na construção do PDI. Dentre as atividades está a gamificação dos campi que teve ampla participação de estudantes e servidores. O objetivo final é construir um documento que norteará o atendimento às demandas de ensino, pesquisa e extensão, além de definir como iremos nos comunicar com a sociedade”, disse ele.

Cada grupo de trabalho (GT) ficou responsável por debater um ponto da matriz SWOT e do Mapa de Empatia.  Segundo a diretora-geral do Campus Itabirito, Fernanda Pelegrini Honorato Proença, a oficina fez com que todos pensassem ‘fora da caixa’. “Estamos realizando um exercício interessante de nos colocar no lugar do outro, pois o mapa de empatia faz com que vejamos o servidor como pessoa, valorizando ainda mais esta figura e não apenas como executor da burocracia”, destacando ao participar do GT que teve a participação dos campi de Sabará, Betim e Bambuí.

Para o diretor de Desenvolvimento Institucional, Adriano Tonelli, "a oficina foi uma grande oportunidade para incluirmos no PDI a visão dos diretores-gerais dos campi, que, certamente, irá contribuir para o desenvolvimento de estratégias consistentes para o desenvolvimento do IFMG". Entre as próximas etapas está o levantamento de dados e produção do diagnóstico das informações institucionais, que será feito pelas pró-reitorias e campi do IFMG.

 

registrado em: