Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mestrado Profissional em Educação inicia nova turma em agosto
conteúdo

Notícias

Mestrado Profissional em Educação inicia nova turma em agosto

Vinte alunos foram aprovados para essa edição do programa, cujas vagas contemplam servidores e público em geral
publicado: 10/07/2019 08h25, última modificação: 31/07/2019 10h50

A comissão organizadora do ProfEPT - Educação Profissional e Tecnológica divulgou, no dia 19 de junho, a lista do resultado final do processo seletivo do curso de Mestrado Profissional em Educação Tecnológica em rede nacional (ProfEPT). As vagas foram destinadas a servidores e a ampla concorrência para formar um novo grupo que iniciará aulas em agosto.

Para essa edição, foram cerca de 900 vagas distribuídas em todo o território nacional, sendo 20 delas destinadas ao Instituto Federal de Minas Gerais. As aulas são realizadas de forma semipresencial, tendo o Campus Ouro Branco como cenário para a parte presencial. Os aprovados devem ficar atentos ao período de matrículas.

O diretor de Assistência Estudantil, Paulo Lourenço, foi um dos selecionados. O mestrando já planeja um projeto capaz de subsidiar informações que estimulem ações de atendimento de estudantes apoiados pela assistência estudantil do IFMG. Ele enxerga o curso como “idealizador de instrumentos que compreendam os sujeitos inseridos no ambiente escolar levando em consideração a sua dimensão social, econômica e cultural”.

Coordenador local, Pablo Menezes ressalta a importância de ter um mestrado inteiramente voltado para aprimoramento de aprendizado em educação profissional e tecnológica. Por meio das aulas, o curso busca trazer mudanças para o sistema educacional: “Para a obtenção do título de mestre pelo ProfEPT, o aluno precisará apresentar um produto, que seja aplicável em alguma instituição da rede federal de educação profissional e tecnológica”, explica. 

Pablo Menezes aponta que as proporções do curso são bastante amplas, visto que os produtos apresentados pelos alunos tem relevância social e para a educação, a exemplo de aplicativos, roteiros de atividades em sala, exposições, filmes, entre outros.  Ele afirma que, mais que refletir sobre o EPT, o curso oferece soluções para aumentar a excelência da instituição em todos os aspectos.

registrado em: