Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Oficina com alunos e servidores debate a construção do novo PDI
conteúdo

Notícias

Oficina com alunos e servidores debate a construção do novo PDI

publicado: 05/10/2018 13h34, última modificação: 11/10/2018 10h43

Um grupo de 42 pessoas, que reuniu estudantes, professores e técnicos administrativos, representando os campi e o Polo de Inovação do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), esteve na Reitoria, em Belo Horizonte, na quarta-feira, 3 de outubro, para participar de uma oficina destinada a discutir questões relacionadas à construção do Plano de Desenvolvimento Institucional 2019/2023. Organizado pela Diretoria de Desenvolvimento Institucional (DDI), o encontro teve início por volta de 10h, com a presença do reitor Kléber Gonçalves Glória, que deu as boas-vindas, falou sobre a importância de debater os temas que vão nortear as decisões estratégicas dos próximos cinco anos e apresentou a equipe que conduziu os trabalhos ao longo do dia.

Na sequência, o diretor de Desenvolvimento Institucional, Adriano Olímpio Tonelli, apresentou toda a metodologia adotada para a elaboração do PDI, enumerando as etapas realizadas, os servidores responsáveis e os próximos passos que serão dados.

Para o momento da oficina, os participantes foram divididos em grupos e foi proposto a eles trabalhar na análise “SWOT” do IFMG, uma ferramenta de planejamento estratégico (com sigla em inglês) na qual se identificam as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças para a instituição.

Já no período da tarde, foram formados sete grupos para que os participantes trabalhassem no desenvolvimento do “mapa da empatia”. Nessa dinâmica, os servidores e alunos tiveram que pensar nos públicos com os quais o IFMG dialoga, escolher um deles, e discutir os pontos de atendimento e as dificuldades enfrentadas, além de elaborar propostas para tornar a instituição mais ativa no processo de interação com a comunidade. Os públicos-alvo escolhidos foram pesquisadores, pessoas com necessidades educacionais específicas, discentes, docentes, empresários, população carente e comunidade externa.

Estudante do Campus Avançado Ponte Nova, no curso Técnico em Informática, João Coelho Alvarenga e Melo, de 16 anos, esteve na Reitoria para participar da oficina. “O fato de termos voz dentro da instituição é importante para a representatividade dos alunos. Tivemos a oportunidade de avaliar os problemas, apontar que é preciso, por exemplo, deixar o fluxo de informações entre a Reitoria e os campi mais contínuo, pois as informações chegam difusas. É preciso melhorar os processos de informação no âmbito administrativo”, propôs.

Para o professor do Campus Ibirité, Dante Donizeti Pereira, a atividade foi “proveitosa e importante”. “O texto do PDI deve ser escrito a várias mãos, deve ser pensado por muitas cabeças, de modo que o processo mostre a realidade. É um trabalho que deve ser construído para ser o retrato do IFMG”, afirmou. Já a secretária executiva do Campus Betim, Vívian Andaki, destacou que a forma de participação dos estudantes é um diferencial na metodologia. “Achei o portal da gamificação muito legal para envolver, principalmente, os alunos”, avaliou.

Aberta para o acesso de discentes e servidores, a página traz a dinâmica “Game of Campi”, na qual é possível propor ideias e discutir caminhos para o desenvolvimento da instituição. Durante a oficina, a servidora da DDI, Camila dos Santos, acessou a plataforma e mostrou de que maneira ocorre a participação, explicando os procedimentos para fazer login, postar ideias, curtir e comentar. A interação é semelhante à do Facebook. O acesso no “Game of Campi” deve ser feito até 4 de novembro. Clique aqui e veja como.

registrado em: