Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 78 anos do IFMG - Campus Ouro Preto
conteúdo

Notícias

78 anos do IFMG - Campus Ouro Preto

por Cauan Patrício Ferreira Gomes publicado: 13/05/2022 12h30, última modificação: 14/05/2022 13h54

Numa terra da cor dos minérios, há 78 anos, surgia uma instituição de ensino e pesquisa capaz de replicar as técnicas das atividades que extraem do solo a matéria bruta necessária para modelar o desenvolvimento do país. À luz desse propósito, em 15 de maio de 1944, acontecia a primeira aula do curso técnico de Mineração e Metalurgia de Ouro Preto. A cidade que em outros tempos foi o centro da Colônia, a partir deste momento, se enchia da mesma liberdade que guiou os Inconfidentes.

De lá para cá, a Educação Técnica no município seguiu o caminho da autonomia, marcada pela coragem de ensinar e de imaginar um futuro possível. O morro que chegou a abrigar o 10º Batalhão de Caçadores do Exército Brasileiro, serviu para a instalação da Escola Técnica Federal de Ouro Preto (ETFOP). O brilho da esperança de dias melhores, porém, foi aprisionado pelas cruéis décadas da ditadura. 

O espírito da educação, no entanto, jamais permanecerá enjaulado. A resistência estudantil na mobilização pela aprendizagem conquistou direitos educacionais, civis e sociais para um país acostumado com tormentas totalitárias. Quando a bandeira da democracia foi, enfim, hasteada, a esperança do progresso proporcionado por livros e canetas se viu restabelecida.

De ETFOP para Centro Federal de Educação Tecnológica de Ouro Preto. A mudança vai além de um novo nome. Marca a virada da Instituição, que passa a oferecer à comunidade cursos superiores de tecnologia. A chegada da Era da Informação inaugura um novo momento da educação nos meios digitais, ampliando o alcance do CEFET.

Em 2008, a escola é federalizada e passa a compor a rede do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais. De CEFET para IFMG - Campus Ouro Preto. 

Desde a renovação da natureza acadêmica da Escola, os ramos da pesquisa e extensão se cristalizaram no DNA do ensino tecnológico, lançando possibilidades educacionais na região. Novos cursos, licenciaturas, engenharias, especializações, mestrados e doutorados avolumaram o catálogo de oportunidades ofertadas pelo IFMG. 

A jornada dos fatos explica quem somos e do que somos feitos. A vocação em apontar os meios e conduzir a comunidade, a fim de que ela encare este chão como palco para o seu sucesso, guia nosso sonho de construir uma sociedade justa, igualitária e cidadã. 

O futuro que salta à frente não é difícil de prever. A inovação e a criticidade, símbolos de nosso esforço formador, continuarão a mostrar a direção para onde seguir. A história que se faz todos os dias, constitui também o triunfo dos próximos.