Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pré-congresso sobre Inovação e Metodologias no Ensino marca Dia do Professor
conteúdo

Notícias

Pré-congresso sobre Inovação e Metodologias no Ensino marca Dia do Professor

por Tatiana Toledo publicado: 25/10/2019 10h25, última modificação: 30/10/2019 12h28

O último Dia do Professor, 15 de outubro, foi marcado por um momento de diálogo, reflexão e construção de conhecimentos sobre o processo de ensino e aprendizagem: este foi o propósito do Pré-congresso de Inovação e Metodologias no Ensino Superior e Tecnológico, promovido pelos programas Diálogos e Sala Aberta (UFOP), iniciativas voltadas para o desenvolvimento profissional docente nestas instituições.

O evento constitui-se como uma preparação para o 5º Congresso de Inovação e Metodologias no Ensino Superior e Tecnológico (V CIM), que será realizado entre os dias 28 e 30 de abril de 2020, na Universidade Federal de Lavras (UFLA). Este congresso será interinstitucional, realizado por meio de uma rede de colaboração entre diferentes universidades e Institutos Federais, como UFMG, UFLA, UFOP, IFMG - Campus Ouro Preto, IFNMG, UFVJM e UFG.

A programação do pré-congresso contou com a palestra "A relação professor-aluno na educação profissional e tecnológica e no ensino superior: desafios antigos e atuais", com o professor Luciano Campos da Silva (UFOP); quatro oficinas sobre diferentes metodologias de ensino, ministradas pelos professores Edio da Costa Junior, Elisângela Pinto e Shirlene Bemfica (IFMG), Jorge Luis Costa (UFOP) e servidores do Núcleo de Educação Inclusiva (NEI/UFOP), além de uma sessão de exposição de pôsteres,na qual professores de ambas as instituições apresentaram experiências de práticas pedagógicas inovadoras.

Para a pedagoga Geralda Pena, coordenadora do Programa Diálogos, o evento alcançou seu objetivo e cumpriu, igualmente, o seu papel de incentivar os professores a participarem do V CIM, no próximo ano. “A socialização de práticas pedagógicas no ensino superior e tecnológico superou nossas expectativas, pelo número e pela qualidade dos trabalhos, proporcionando aos participantes um momento único de compartilhar conhecimentos. Da mesma forma, as oficinas tiveram um número significativo de participantes, e ao abordarem metodologias de ensino em diferentes perspectivas, contribuíram para que cada professor busque diversificar suas formas de ensinar na educação profissional e tecnológica e no ensino superior”, destaca.

A oportunidade de socializar práticas pedagógicas, reunindo docentes de diversas áreas e cursos do Campus Ouro Preto, da UFOP e de outras instituições de ensino, foi ressaltada pela pedagoga Clarice Alves, que também integra a equipe organizadora do Diálogos. Ela destaca a importância do trabalho em conjunto com a universidade. “A parceria entre o Programa Diálogos e o Sala Aberta vem ampliando espaços de reflexões sobre vários temas. Particularmente, neste pré-congresso, a palestra com o tema “A relação professor-aluno na EPT e no Ensino Superior: desafios antigos e atuais” evidenciou a importância da relação professor e aluno no sucesso e permanência dos estudantes na escola. Acredito que a participação no V CIM em Lavras, em 2020, ampliará as discussões e reflexões sobre o tema proposto”.

José Porfírio, professor de Educação Física do Campus Ouro Preto, comentou a temática proposta para o pré-congresso e para o evento que será realizado no próximo ano: “é um tema instigante, que nos leva a fazer novas reflexões acerca do que acontece conosco ao longo do magistério, especialmente sobre a relação professor-aluno. O tema vai ao encontro do que temos desenvolvido na CODAFID, onde somos instigados a levar atividades inovadoras para nossos alunos”. Renata Nascimento, professora da faculdade de Farmácia da UFOP, ressaltou a oportunidade de troca de experiências proporcionada pelo evento. “A exposição dos trabalhos que nós docentes temos desenvolvido, com estratégias diferentes, inspira-nos a melhorar nossa prática cotidiana”, afirma.

Já a relação entre aluno e professor, tema da palestra, foi destaca pela docente do curso de Medicina da UFOP, Adriana Figueiredo: “várias questões apresentadas foram muito pertinentes. Eu, por exemplo, trabalho com os primeiros períodos, e é bem perceptível essa necessidade que os estudante têm de se adaptar à universidade e conhecer as regras. É um desafio importante atendê-los em suas necessidades. Concordo também com o palestrante quando falou sobre formação pedagógica. Falta muito ao professor universitário esses espaços de discussão, que merecem ser valorizados”. A experiência proporcionada por programas como o Diálogos e o Sala Aberta foi evidenciada por Vanessa Belo, professora da faculdade de Farmácia da UFOP. “Está sendo muito interessante, pois não tenho muito tempo de estrada na docência. A palestra ajudou a dar esse direcionamento, importante para nossa capacitação, para que possamos cada vez mais atingir o nosso público e ser eficiente na educação e na formação desses profissionais”.

registrado em: ,