Você está aqui: Página Inicial > Institucional > Área de Imprensa > Conhecimento em um minuto > Conversation Club: Produção de Material Didático para o Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa
conteúdo

Conversation Club: Produção de Material Didático para o Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa

por Tatiana Toledo Ferreira publicado 15/10/2021 15h49, última modificação 15/10/2021 15h49

Justificativa

O projeto “Conversation Club: Produção de Material Didático para o Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa” visa propiciar o ensino da língua inglesa centrado no participante, tendo o foco na comunicação mediada pela interação, pelo desenvolvimento das habilidades interculturais e pelo ativismo social. A capacitação dos bolsistas, o planejamento dos encontros e a divulgação dos materiais didáticos consideram aspectos tais como: o contexto, as características dos participantes e as da língua alvo a ser aprendida. A língua alvo (no caso, o inglês) é concebida como um fenômeno interativo e dinâmico, que se volta para as atividades dialógicas que caracterizam a fala, que são as estratégias de produção textual em tempo real (BOTELHO, 2012, p. 39).

No projeto, a abordagem de ensinar tem ênfase na oralidade e promove o engajamento significativo com a aprendizagem do conteúdo, do desenvolvimento das habilidades de linguagem, cultura e tecnologia, transformando os alunos em cidadãos mais bem informados e conscientes de seu posicionamento no mundo. Além disso, no cenário atual, em que o inglês é uma língua mundial (RAJAGOPALAN, 2004), ensiná-la é também um fazer político e o desenvolvimento da consciência cultural crítica pode levar o participante a ser um sujeito de transformação. 

Neste sentido, o projeto avança e inova por acompanhar esta evolução, pois além de propor o desenvolvimento do conhecimento linguístico e pedagógico, também promove o aprimoramento do conhecimento tecnológico, multiletramentos sociais e digitais (STREET, 2014), uma vez que os participantes mantêm um canal de discussão no Whatsapp, no Facebook, Instagram, Tweeter e Tiktok, onde outros participantes, advindos de realidades diversas e que não podem comparecer aos encontros virtuais, têm a oportunidade de utilizar a língua inglesa fora do contexto escolar. Além disso, traz mais uma inovação no que diz respeito à implementação dos processos de análise, de organização dos materiais didáticos usados até o momento e do uso das tecnologias.

 

Objetivos

O objetivo geral deste projeto é promover o acesso ao aprendizado e uso da língua inglesa. A proposta é criar um espaço de reflexão e discussão de temas transversais e metas de desenvolvimento sustentáveis importantes para o planeta e que focam na erradicação da pobreza, proteção do meio ambiente e do clima, e na garantia de que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade.

 

Metodologia

O projeto de extensão atende alunos matriculados no IFMG e pessoas da comunidade. Os encontros do Conversation Club foram presenciais entre 2013 e 2020, mas em virtude da pandemia de COVID-19, tornaram-se virtuais com o apoio da plataforma Google Meet. 

Os encontros eram semanais, às quintas em horário noturno, e o grupo de professores, bolsistas e voluntários planejaram, ministraram e organizaram um banco de atividades com os materiais didáticos elaborados. Os materiais do Conversation Club são planejados com ênfase na oralidade em língua inglesa e são publicados no SlideShare.

 

Resultados esperados ou já alcançados

Este projeto atende alunos, servidores do IFMG e pessoas da comunidade em geral.  As oficinas são oferecidas para participantes de diferentes níveis linguísticos e etários que discutem temáticas sociais e dão a oportunidade aos professores, bolsistas, voluntários e participantes de se socializarem na língua inglesa, se posicionarem criticamente e visualizarem na prática, o conteúdo teórico dado muitas vezes em salas de aula do ensino regular ou cursos livres de forma expositiva. 

Ao longo do processo, o Conversation Club tem contribuído para a inclusão social e para a aprendizagem dos participantes e os dados advindos das gravações das aulas mostram que os participantes conseguem refletir, discutir e ampliar os conhecimentos de língua e de mundo.

Os professores, bolsistas e voluntários fizeram pesquisas, leram textos teóricos, planejaram, ministraram os encontros com foco nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis, além de participarem de um projeto global. Durante as oficinas, os participantes foram constantemente desafiados a se desenvolver na língua, através de dinâmicas, discussões e temáticas que impulsionaram o desejo de se comunicar dentro do que havia sido proposto.

Do segundo semestre de 2017 até 2021, o projeto passou por uma caminhada com uma nova vertente, procurando uma parceria diferenciada. A ideia fundamental era expandir os horizontes do projeto para que os alunos e os bolsistas tivessem um contato maior com nativos da língua inglesa através de projetos globais e colaborativos: participaram em 2018 e 2019 do ‘‘Be the change, take the challenge’’, um grande projeto global e colaborativo proposto por uma professora norueguesa: Barbara Anna Zielonka. O objetivo desse projeto era que estudantes e professores do ensino médio fizessem conexões internacionais com colegas e especialistas de todo o mundo e melhorassem suas habilidades de resolução de problemas.  Em 2020 e 2021, participaram da segunda edição intitulada Single Voices, Global Choices que busca, por meio da agenda da ONU, mostrar aos alunos como identificar e definir problemas, gerar, avaliar, selecionar, implementar soluções e exercitar de maneira eficaz a língua inglesa. Devido a essa iniciativa, o Conversation Club se juntou a proposta e fez com que o ganho adquirido pelos alunos fosse muito maior que o desenvolvimento da língua.

 Os encontros foram produtivos e o foco da abordagem foi centrada no planejamento de uma tarefa central, um tema polêmico ou um problema social e as atividades envolveram as fases de insumo, ensaio e produção buscando colocar nas atividades situações fora de suas zonas de conforto, assim, as aulas se tornavam gradativamente mais interativas. Recebemos alunos da graduação em Letras vinculados ao PIBID da UFOP e a iniciativa ajudou na diversificação e no enriquecimento das aulas.

Diante dos resultados conquistados ao longo do período entre 2013 e 2021 e cientes de que o processo de trabalho de capacitação dos bolsistas e de ensino da língua inglesa é processual e continuado, o Conversation Club está conseguindo atingir os resultados aos quais se propôs. Trabalhar com diferentes níveis linguísticos, etários e com as expressões e temáticas da questão social, objeto sob o qual incide o projeto, as quais são apresentadas durante os encontros de diversas formas, enriquece o trabalho, pois oportuniza que seus bolsistas e participantes se socializem na língua inglesa e visualizem na prática o conteúdo teórico dado muitas vezes em salas de aula do ensino regular ou cursos livres. Por todas essas colocações é que se acredita que o Conversation Club, que trabalha sob esta perspectiva, justifica-se neste contexto escolar. Considera-se que projetos de extensão desta natureza, atentos às necessidades dos alunos e da comunidade externa, apresentam-se como fundamentais para estreitar os laços do IFMG com as comunidades local e regional.

A continuação da confecção e organização do material didático está sendo de suma relevância, posto que, propicia uma padronização, no que concerne a construção de conhecimentos ministrados pela equipe de alunos do ensino médio técnico durante a participação como bolsistas do projeto. Ademais, ressalta-se que o material didático ora elaborado otimiza sobremaneira a preparação e a ministração das aulas, representando uma valiosa contribuição em prol do aprimoramento do processo ensino aprendizagem. Estudos futuros serão estimulados para aprimorar e atualizar o material a ser elaborado, incluindo as outras áreas de conhecimento abordados no projeto em apreço. Espera-se que o produto desse estudo possa propiciar a outros docentes materiais de qualidade que favorecem a compreensão e construção dos conhecimentos por meio dos assuntos ministrados e discutidos nessa área de conhecimento.

Tecnológico: Durante a preparação e desenvolvimento das oficinas, os bolsistas irão aprender a utilizar diversos aparatos tecnológicos tais como: Programas do Office, datashow, recursos diversos da web, redes sociais e grupos interativos. A tecnologia apoia a aprendizagem, aumenta nossa habilidade de interagir e agir com os outros, de aprender em uma rede em que as ferramentas tecnológicas são extensão da humanidade, que nos permite externar nossos pensamentos (SIMENS, 2008).

Social: O Conversation Club continuará uma grande função social, na produção do conhecimento e na formação de alunos mais qualificados. Os encontros promovem um espaço de reflexão e crítica, um espaço plural e democrático, que deve pressupor a valorização do fazer em sua relação com o saber. Neste sentido, a ação extensionista é desenvolvida enquanto projeto social.

Ambiental: O projeto tem impacto ambiental, uma vez que nas oficinas os bolsistas planejam discussões sobre meio ambiente principalmente com questões relacionadas às metas de desenvolvimento sustentável.

Econômico: O projeto prevê a seleção e o pagamento de 2 bolsistas para o desenvolvimento das atividades e a percepção do trabalho como um todo, como um processo passível de elaboração/planejamento, execução e avaliação realizado por eles conduz, quase que necessariamente, à realização humana no mundo do trabalho e tem impacto econômico em suas vidas.

 

Equipe

Shirlene Bemfica de Oliveira (Coordenadora)
Silvia Maria de Oliveira Penna (Professora Colaboradora)
Alexandre Delfino Xavier (Professor Colaborador)
Adryelley de Paula dos Reis Soares (Voluntária)
Débora Aparecida dos Santos  (voluntária)
Ashley Ribeiro Silva (bolsista PIBIC Jr.)
Isabela Gutz Cunha Carvalho (Bolsista PIBIC Jr.)

 

Contato com a equipe do projeto

Facebook: ConversationClubIFMG
Instagram: @ConversationClubIFMG
Twitter: CClubIFMG
TikTok: @ConversationClubIFMG