Você está aqui: Página Inicial > Extensão > Projetos Institucionais
conteúdo

Projetos Institucionais

por Daniel Oliveira publicado 22/04/2016 01h23, última modificação 03/08/2017 13h12

Projeto Educação para Toda Vida

Paralelamente às atividades de bolsa atividade, é desenvolvido o Projeto Educação para Toda Vida, coordenado pelo Serviço Social da Instituição. A justificativa deste projeto está baseada na tentativa de se capacitar os alunos bolsistas para um melhor desempenho nas suas atividades diárias, na perspectiva  de que a educação deve transcender as salas de aula e mostrar aos jovens a importância dos valores éticos e humanitários como forma de uma vida de plena realização.É nesse contexto que o Ensino Médio Integrado deve, portanto, potencializar o aluno, resgatando a centralidade do ser humano. Além dos bolsistas, alunos interessados em participar do Projeto, também podem se inscrever.

As temáticas trabalhadas são: identidade (autoconhecimento, autoestima, saúde e higiene), integração (relações interpessoais), comunicação (gestos, expressões, mal entendidos), grupo (equipe, liderança), sexualidade (papéis sociais e sexuais de homens e mulheres), cidadania (direitos, deveres, meio ambiente, responsabilidade social) e projeto de vida (educação, trabalho, valorização da vida).

O Projeto Educação para Toda Vida alcançou seu objetivo maior que foi o de contribuir para a construção e/ou fortalecimento nos adolescentes da auto-estima, buscando o autoconhecimento e o efetivo exercício da cidadania, facilitando sua socialização e a inserção no coletivo, percebendo-se como agente de transformação social, responsável e consciente dos seus próprios limites e possibilidades. Enfim, contribuir para o protagonismo juvenil.

 

Projeto IFMG Campus Congonhas de Portas Abertas

Em decorrência da exigência da Lei de Diretrizes e Bases Nacional/LDB (Art. 9º), de 27/12/96, o Plano Nacional de Educação aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Desporto que representa um grande avanço para o país e mais o Termo de Compromisso SETEC/SEESP, de 02/04/2001, que colocou em evidência três grandes focos de ação.  Dentre eles, destaca-se: “Repotencializar a rede federal de educação tecnológica a fim de que funcionasse como centro de referência nas respectivas unidades federadas, institucionalizando o conceito pleno de educação e de programas integradores e inclusivos de ensino”.

Sendo o IFMG Campus Congonhas, um centro de referência no âmbito de ensino, pesquisa e extensão, é de extrema importância a parceria escola/comunidade. Dessa forma, considerando que muitos dos alunos chegam ao ensino técnico sem conhecer a realidade dessa modalidade de ensino é significativa a apresentação da Instituição e o que a mesma oferece para a comunidade.

O Projeto IFMG Campus Congonhas de Portas Abertas consiste de visita orientada ao campus Congonhas, em data prevista em calendário escolar. Podem participar alunos de escolas da rede pública e privada do município de Congonhas, mediante agendamento prévio. Através de visitas orientadas a Instituição proporciona um maior conhecimento sobre os cursos, orientando o processo de escolha dos futuros candidatos aos processos seletivos. Para tanto a visitação orientada objetiva apresentar a estrutura de funcionamento da escola, os cursos oferecidos, perfis profissionais de egressos por curso, os profissionais da instituição e o espaço físico; bem como indicativos pertinentes para que os visitantes tenham condição de realizar a escolha do curso. Os visitantes recebem impressos com informações sobre os cursos e a instituição. A visita tem duração de cerca de uma hora e meia. 


Projeto de Inclusão Digital “Navegando pelo Conhecimento”

O cenário atual, marcado por rápidas mudanças e grandes contrastes, traz em evidência qual é o verdadeiro papel da escola. Por um lado, depara-se com a globalização e os grandes avanços tecnológicos e, por outro, a exclusão, a pobreza e a falta de conhecimento, traz a necessidade em fazer algo para preparar as pessoas para o exercício da cidadania e para a qualificação profissional.

O Projeto “Navegando pelo conhecimento” é projeto de extensão desenvolvido com apoio do Núcleo de Apoio as Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas– NAPNE Campus Congonhas.

O público alvo da primeira turma deste projeto foram famílias inseridas no Programa Bolsa Família e demais moradores do Bairro Campinho, que tinham entre 21 e 40 anos. A idéia surgiu pelo fato de se tratar, na maioria, de pessoas carentes e excluídas do mercado de trabalho, que terão na Inclusão Digital uma chance de crescimento profissional e pessoal com vistas a emancipação humana. O projeto atualmente atende turmas diversas, formadas por pessoas de grupos da melhor idade, pacientes do Centro de Atenção Psicossocial, comunidade em geral.