Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Aluna do Campus Betim publica livro de poemas
conteúdo

Notícias

Aluna do Campus Betim publica livro de poemas

Izabelle Assis publicou seu segundo livro no mês de novembro. Lançamento ocorreu na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais.
publicado: 29/11/2019 16h48, última modificação: 29/11/2019 16h48
Exibir carrossel de imagens Izabelle recebeu amigos, familiares e professores no lançamento de seu livro

Izabelle recebeu amigos, familiares e professores no lançamento de seu livro

A paixão pela escrita, que já rendeu dois livros publicados, não é algo novo na vida da aluna do curso de Engenharia Mecânica do Campus Betim, Izabelle de Sousa Assis, de 22 anos. No livro “Como tratar loucuras crônicas com poesia”, que foi lançado no dia 18 de novembro na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, Izabelle trata, de maneira cômica, de problemas existenciais e sociais por meio de situações e exemplos aparentemente simples do cotidiano.

A jovem, que ingressou no curso de engenharia mecânica do IFMG em 2017, conta que não consegue precisar quando o gosto pela escrita passou a fazer parte de sua vida. “Trata-se de algo que sempre foi muito inerente à minha vida e é difícil identificar qual foi o primeiro momento em que percebi que gostava muito de escrever. Isso porque, escrevo desde muito jovem e a literatura para mim sempre foi uma forma de pensar, conseguir descrever e guardar pensamentos em frases”, explica.

O “Como tratar loucuras crônicas com poesia” chega ao público nove anos após a primeira publicação da aluna, o livro “Meninos Prodígios”, escrito em 2010. Segundo Izabelle, a primeira obra lançada foi muito importante para que a jovem percebesse o valor emocional e sensitivo das palavras. “Assumi a escrita como um estilo de vida e comecei a admirar e sentir muito prazer em exercitá-la. Percebi que poderia não apenas descrever pensamentos, incentivar o meu raciocínio crítico e do leitor, mas, também, manipular as palavras e usá-las para despertar sentimentos, aguçar a criatividade e melhorar o dia de alguém”, ressalta.

Escolha profissional

“Percebi que você pode ser um filósofo renomado, ou um gramático reconhecido, e que isso não lhe fará um bom escritor se você não for capaz de transportar suas sensações para quem te lê ou escuta.” - Izabelle Assis 

Izabelle optou pelo curso de engenharia por influência do histórico da família. A estudante é filha de pequenos industriários da Região Metropolitana de Belo Horizonte, o que proporcionou a presença constante da engenharia em sua vida e teve forte influência na escolha profissional. 

A opção, que contrariou expectativas de amigos e familiares que já esperavam que Izabelle seguisse a carreira de escritora, não impediu que ela se dedicasse, em seu tempo livre, a escrever e trabalhar sua paixão pela poesia. “Conciliar a rotina com a escrita nem sempre é fácil. Principalmente porque trabalho durante o dia e estudo à noite no Campus Betim, mas sempre procuro um tempo para me dedicar à poesia”, ressalta. 

Sobre a obra

O lançamento do livro “Como tratar loucuras crônicas com poesia”, pela editora Viseu, ocorreu na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, no dia 18 de novembro, e contou com a presença de amigos, familiares, docentes e pessoas que Izabelle conheceu por meio da arte, como uma antiga professora de teatro. Além disso, seu antigo professor na escola de artes da UEMG, Antônio de Moura, também esteve presente. Segundo ela, Antônio teve papel fundamental em sua carreira como escritora, isto porque foi o docente quem levou o primeiro livro para publicação, junto à Imprensa de Minas.

Para produzir o seu mais novo lançamento, Izabelle buscou registrar histórias cotidianas e lançar, sobre elas, um novo olhar, partindo de uma perspectiva filosófica voltada à questões existenciais. Segundo ela, “a intenção é que as palavras não passem despercebidas e que elas consigam nos fazer ver o mundo com uma visão distinta da habitual”.