Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Circo em pauta: alunos do Campus Bambuí desenvolvem atividades circenses
conteúdo

Acontece nos Campi

Circo em pauta: alunos do Campus Bambuí desenvolvem atividades circenses

Durante todo o ano de 2019, estudantes se tornaram artistas em projeto desenvolvido por professores de Educação Física da unidade.
publicado: 22/11/2019 16h33, última modificação: 22/11/2019 16h33
Exibir carrossel de imagens Estudantes experimentaram diversas práticas circenses de maneira ativa

Estudantes experimentaram diversas práticas circenses de maneira ativa

Já pensou em mergulhar no universo circense e tornar-se artista por um dia? Os alunos dos cursos técnicos integrados do Campus Bambuí viveram essa experiência durante todo o ano de 2019. O projeto “Respeitável Público: o circo chegou”, promovido pelo Núcleo de Educação Física da unidade, buscou promover uma problematização teórica a respeito da importância do circo enquanto expressão artística e, ainda, incentivar, junto aos alunos, as práticas corporais circenses.

Segundo o professor Rodrigo Moura, organizador do projeto, a temática circense foi trabalhada durante todo o ano letivo com o objetivo de ampliar o conhecimento teórico dos alunos a respeito de temas como a história e as diferentes modalidades do circo. Na parte prática, as turmas desenvolveram espetáculos e se apresentaram no anfiteatro do campus. “Os artistas foram os próprios alunos, que vivenciaram e se apropriaram das práticas e, ainda, construíram as narrativas”, destaca o professor.

Avaliação positiva

O docente avaliou o projeto como uma oportunidade que garantiu aos estudantes, não só o contato direto com práticas circenses como acrobacias, malabarismos e mágica, mas também o desenvolvimento do trabalho conjunto. “A necessidade  de entender a importância do trabalho coletivo e as várias funções que estão presentes em um espetáculo, como o roteiro, a iluminação, o cenário, gera nos jovens expectativas, ansiedade, e fortes emoções, que precisam ser controladas e experimentadas”, comenta.

Ainda de acordo com Rodrigo, a atividade foi trabalhada de maneira interdisciplinar junto à disciplina de Física, na qual o projeto também foi avaliado a partir do desenvolvimento prático dos alunos.