Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Comissão Eleitoral conclui processo de consulta para escolha de diretor nos campi avançados
conteúdo

Notícias

Comissão Eleitoral conclui processo de consulta para escolha de diretor nos campi avançados

Servidores indicados para ocupar cargos de gestão serão nomeados pelo reitor ainda neste ano.
publicado: 27/11/2019 19h33, última modificação: 27/11/2019 19h33

Concluído o processo simplificado de consulta para o cargo de diretor nos campi avançados do IFMG. Na tarde da última terça-feira, 26 de novembro, a Comissão Eleitoral Central encaminhou ao reitor ofício em que formaliza a lista dos seis docentes indicados pela comunidade para ocupar a direção dos campi avançados Arcos, Conselheiro Lafaiete, Ipatinga, Itabirito, Piumhi e Ponte Nova.

Em andamento desde 31 de outubro, as eleições ocorreram por iniciativa do reitor Kléber Glória, cumprindo proposta feita durante sua campanha, no mês de junho, já que a ocupação desses cargos é feita por nomeação da Reitoria. Para dar encaminhamento à ação, ele designou uma comissão, que visitou os seis campi com o objetivo de definir as comissões locais, responsáveis por receber as candidaturas, e sensibilizar a comunidade escolar sobre a importância do processo.

De acordo com o presidente da Comissão Eleitoral Central, Carlos Bernardes Rosa Junior, todas as etapas cumpriram o cronograma estipulado no Regulamento (Edital 85/2019). Não foram registrados pedidos de impugnação e o registro das candidaturas obedeceu aos requisitos do processo, com toda a documentação sendo analisada e aprovada. O professor explica que, mesmo tendo sido um processo simplificado, a comissão estabeleceu critérios semelhantes aos da eleição para reitor e diretor-geral. No entanto, algumas mudanças foram feitas para tornar mais democrática a consulta.

“Para dar oportunidade a mais servidores de se candidatarem, flexibilizamos exigências da Lei 11.892 como, por exemplo, a redução de tempo de efetivo exercício do servidor, passando de cinco para três anos, que é o tempo destinado à conclusão do estágio probatório de um servidor público”, pontuou Bernardes.

Apesar disso, somente uma candidatura foi registrada em cada campus avançado. Com isso, os servidores inscritos, após o deferimento de suas candidaturas, passaram a ser a indicação do campus avançado para o cargo de diretor, sem necessidade de realizar votação. Esse procedimento estava previsto no parágrafo único do capítulo IV do Regulamento, publicado no site do IFMG no dia 5 de novembro.

Segundo o reitor Kleber Glória, o processo foi fundamental para consolidar os anseios da comunidade dos campi avançados e do IFMG. Ainda neste ano os diretores serão nomeados.

Leia mais: Seis candidatos têm inscrição deferida nas eleições para campi avançados

Acesse a página do Processo de Consulta