Você está aqui: Página Inicial > Notícias > "Não ficar ansioso pode ser um desafio durante a pandemia", diz psicóloga
conteúdo

Notícias

"Não ficar ansioso pode ser um desafio durante a pandemia", diz psicóloga

Entrevista com psicóloga Gisele Baeta, do Campus Ouro Preto, traz dicas para lidar com stress e ansiedade

publicado: 23/04/2020 14h26, última modificação: 23/04/2020 19h06

Desde o último dia 18 de março, todas as unidades acadêmicas do IFMG estão com atividades suspensas ou remotas por conta da Covid-19. Além disso, a preocupação com o retorno às aulas, com empregos, saúde, economia e vida social acabam transformando as emoções nesse cenário de incertezas. Por isso, convidamos a psicóloga do Campus Ouro Preto, Gisele Baeta, para falar sobre como lidar com as emoções durante o período de isolamento social e quais as dicas para controlar o stress e a ansiedade neste momento. 

O fluxo e a velocidade das informações aumentam o sentimento de exaustão mental?

Gisele Baeta: Sim, é importante controlar a quantidade e a qualidade de informações que acessamos para não corrermos o risco de desenvolvermos angústias e ansiedades excessivas. Escolher horários específicos do dia para fazer isso pode ser uma boa pedida. É necessário também ficar atento às fake news, procurando fontes de informação confiáveis como o site da OMS e do Ministério da Saúde.

E como lidar com a saúde mental durante o isolamento e suas consequências como ansiedade e stress em meio à pandemia?

Gisele Baeta: Diante do contexto da pandemia, não ficar ansioso pode ser um desafio que merece algumas considerações, mesmo porque, não sabemos quando teremos novamente uma rotina “normal”. Algumas dicas para essa fase: identificar os sentimentos para melhor lidar com eles; adotar técnicas de respiração/meditação; evitar o excesso de notícias; ficar atento quanto a notícias falsas, dentre outras.

É importante considerar que vivemos um momento único, é natural ficarmos inseguros e ansiosos diante do “novo”, e se por um lado, alguma ansiedade pode ser até importante para não negarmos o que está acontecendo e tomarmos as melhores atitudes, por outro lado precisamos ficar atentos em relação ao excesso de ansiedade que pode gerar alguns transtornos como episódios depressivos; crises de pânico; fobias; transtorno obsessivo compulsivo, dentre outros. Para as pessoas que já apresentavam antes da pandemia, algum tipo de transtorno mental, é necessária uma atenção especial e uma busca de ajuda nesse momento. Existe o acolhimento psicológico que está acontecendo virtualmente em todos os campi e que pode ser acionado por e-mail.

Estar ansioso e estressado afeta o sistema imunológico? O sono e a alimentação acabam influenciando no 'controle' do stress e da ansiedade?

Gisele Baeta: Nesse momento de enfrentamento diante a crise, o sentimento de medo e de ansiedade precisam ser trabalhados, tendo em vista que os mesmos podem diminuir as defesas do organismo, deixando-o mais vulnerável. Para fortalecê-lo e evitar de estar mais estressados e suscetíveis, existem algumas dicas que podem ajudar a termos uma vida mais saudável durante a pandemia. Manter uma rotina para alimentação, sono, trabalho, atividades de casa, atividades físicas, lazer, é de fundamental importância. Quando organizamos os afazeres diariamente, existe uma organização também em nossa saúde mental. Provavelmente, nem todos os dias serão fáceis, às vezes dormiremos mal em outras a alimentação irá se desequilibrar mas, se estivermos conscientes que estas atitudes nos fortalecem e nos trazem equilíbrio, podemos tentar nos ajustarmos para não perdermos o controle de nossas emoções.

É necessário também desenvolvermos um olhar mais atento ao outro, procurar exercitar a empatia, a solidariedade, existem várias maneiras de se ajudar alguém nesse momento difícil, veja como para você é mais viável e contribua de alguma maneira com o próximo, a pessoa que ajuda também se beneficia deste ato!

Como recuperar a 'sanidade' quando isso acabar?

Gisele Baeta: Acredito que não irá “acabar” de uma só vez. Iremos permanecer ainda por bastante tempo adaptando nossa rotina, indo e voltando de isolamentos até que a ciência nos proporcione segurança através de vacinas e medicamentos eficazes contra o coronavírus. Enquanto isso não acontecer, precisamos cuidar de nossa saúde mental e física . Ter atenção a hábitos saudáveis, cuidar de nossas relações, procurar entender nossos sentimentos, procurar ajuda psicológica e médica se necessário, enfim, poderá ser uma fase que, se bem cuidada, nos trará muito auto conhecimento e capacidade de lidar com os desafios.

DICAS PARA LIDAR COM O STRESS E A ANSIEDADE

O Núcleo de Psicólogos do IFMG (Nupsi) elaborou seis dicas para você lidar melhor com as questões de stress e ansiedade durante o período de isolamento social.

#1: Atenção ao excesso de informação e/ou informações sem fontes confiáveis.

#2: Faça das redes sociais sua aliada, interagindo com amigos e familiares.

#3: Seja solidário! Lembre-se que o sentimento de bem estar de quem ajuda é o mesmo de quem é ajudado.

#4: Tente se escutar, identificar os seus sentimentos para melhor lidar com eles.

#5: Mantenha uma rotina de atividades: sono, alimentação, exercícios físicos, lazer, dentre outros.

#6: Tente procurar e compartilhar notícias positivas sobre a pandemia, como: dados de curas; indicação de redução de casos, dentre outros.

 ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO VIRTUAL

Servidor Campus Origem Campus de Apoio Contato
HELOISA CRISTINA PEREIRA BAMBUÍ ARCOS heloisa.pereira@ifmg.edu.br
NADIA ALVIM MUFFATO SILVEIRA BAMBUÍ BAMBUÍ nadia.silveira@ifmg.edu.br
ROSALVA MARTINS  BETIM SANTA LUZIA psicologia.betim@ifmg.edu.br
ANDRE MOREIRA RIBEIRO CONGONHAS PONTE NOVA andre.ribeiro@ifmg.edu.br
VIVIANE GONCALVES SILVA FORMIGA PIUMHI viviane.goncalves@ifmg.edu.br
CRISTIANY SEPPE FARIA GOVERNADOR VALADARES IPATINGA psicologia.gv@ifmg.edu.br
PATRICIA DIAS DE CASTRO OURO BRANCO CONSELHEIRO LAFAIETE patricia.castro@ifmg.edu.br
GISELE BAETA NEVES OURO PRETO ITABIRITO psicologia.op@ifmg.edu.br
RODRIGO SIQUEIRA CÂMARA SÃO JOÃO EVANGELISTA SÃO JOÃO EVANGELISTA psicologia.sje@ifmg.edu.br
CARLOS GUILHERME CRISTELLI SOARES SABARÁ RIBEIRÃO DAS NEVES guilherme.cristelli@ifmg.edu.br
CARLOS GUILHERME / ROSALVA SABARÁ / BETIM IBIRITÉ psicologia.betim@ifmg.edu.br ou guilherme.cristelli@ifmg.edu.br

SAIBA MAIS

Acompanhe as notícias e boletins do IFMG no combate do coronavírus

NUPSI divulga estratégias para cuidados psicológicos nos campi do IFMG