Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Equipe feminina do Campus Betim é premiada em programa americano
conteúdo

Notícias

Equipe feminina do Campus Betim é premiada em programa americano

Power4Girls reuniu 73 estudantes de 15 estados. Campus Ouro Preto destacou-se com projeto de redução da pobreza menstrual.
publicado: 21/09/2022 14h09, última modificação: 21/09/2022 14h20

Após seis meses de participação no programa Power4Girls - Empower to Lead!, a equipe “Betgirls”, do Campus Betim, garantiu o 3º lugar com o projeto “Mineração e alternativas para o seu forte impacto socioambiental trabalhando os rejeitos como corretivo para o solo”.

A etapa final aconteceu em Brasília, nos dias 16 e 17 de setembro, reunindo 73 estudantes da Rede Federal de Ensino com representantes nos seguintes estados: Acre, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal.

Orientadas pelo professor Paulo Borges, as estudantes Dafne Silva, Ellen Santos, Kathleen Matos, Mayra Viana, do curso técnico integrado de Química, propuseram a criação do Calflower, um produto de baixo custo que funciona como um corretivo de acidez do solo totalmente sustentável, utilizando o rejeito de calcário em hortas comunitárias e plantações de subsistência.

Pódio final da edição 2022 do Power4Girls:
1º lugar: Mulheres de Fibra - IFAP
2º lugar: BloomyBits - IFSP
3º lugar: BetGirls - Calflower - IFMG


Dignidade para Elas

O Campus Ouro Preto também esteve representado no programa Power4Girls com a equipe “Por Elas” que propôs o desenvolvimento de um protótipo de absorvente ecológico, a fim de minimizar a pobreza menstrual e empoderar as mulheres residentes de comunidades vulneráveis na região do Campus Ouro Preto.

A iniciativa foi desenvolvida ao longo dos últimos seis meses pelas estudantes Alice Pedroza, Cecília Costa, Vitória Cristina Silva e Camilla Ferreira, sob orientação de Erica Aniceto e mentoria da jovem cientista Ekarinny Medeiros. Embora não tenha se classificado entre as três primeiras colocações devido a critérios de desempate, o projeto obteve a pontuação máxima em todos os quesitos de avaliação, entre os quais: problema, solução clara, indicador de inovação e possibilidade de escalonamento.

Power4Girls

O Programa Power4Girls é uma iniciativa da Embaixada e Consulados dos EUA com apoio do Instituto Glória e do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (CONIF), visando empoderar meninas por meio de estratégias de empreendedorismo, inovação, criatividade e liderança.

Saiba mais:

Elas são POWERS! Estudantes do IFMG são selecionadas em iniciativa da Embaixada Americana

Equipe Por Elas marca presença em evento de encerramento do programa Power4Girls em Brasília