Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFMG discute parâmetros para atividades de ensino não presenciais
conteúdo

Notícias

IFMG discute parâmetros para atividades de ensino não presenciais

Gestão da Reitoria e dos campi, além de órgãos colegiados, trabalha na construção coletiva de documento normativo que irá definir diretrizes sobre atividades não presenciais nas unidades que optarem por retomar o calendário acadêmico
publicado: 29/05/2020 16h40, última modificação: 29/05/2020 16h54

Com o prolongamento do período de suspensão das aulas no IFMG, medida adotada para ajudar a conter o avanço da pandemia do novo coronavírus, a Reitoria, juntamente com a gestão dos campi, está empenhada em construir uma Instrução Normativa para orientar e definir recomendações aos docentes sobre como poderão retomar atividades de ensino não presenciais. O documento a ser publicado em breve deverá conter diretrizes pedagógicas de modo que estudantes dos cursos técnicos, superiores e da pós-graduação possam, gradualmente, retomar suas rotinas acadêmicas.

De acordo com o pró-reitor de Ensino, Carlos Henrique Bento, “o IFMG está em um processo de construção coletiva de respostas às dúvidas que têm sido colocadas como fundamentais para dar segurança e orientações institucionais aos campi que consideram ser adequado ofertar atividades não presenciais neste momento”. “Há um esforço grande sendo feito para que todos os segmentos e todas as pessoas possam ser ouvidos e ter a sua parcela de contribuição expressa no documento que será finalizado em breve”, esclareceu.

Situação dos calendários letivos

Entre os 18 campi do IFMG, 16 decidiram suspender as aulas temporariamente. No entanto, desde a última segunda-feira, 25 de maio, o Campus Ponte Nova, que, em março, havia optado por manter o calendário letivo, também aderiu à suspensão das aulas (leia o comunicado divulgado). Já o Campus Governador Valadares, que estava com o calendário suspenso desde março, resolveu retomar as aulas (remotamente) a partir de 1º de junho. A decisão foi aprovada por seu Conselho Acadêmico (veja mais informações).

O Campus Betim, que, em março, optou pela manutenção do calendário letivo, segue com as aulas e atividades de ensino sendo cumpridas remotamente. Os demais campi do IFMG aguardam as orientações da Instrução Normativa para decidir o que farão nas próximas semanas.