Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Observatório da EPT realiza seu segundo seminário
conteúdo

Notícias

Observatório da EPT realiza seu segundo seminário

publicado: 29/11/2019 16h49, última modificação: 29/11/2019 16h49

Criado para de estudar o impacto da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica em suas regiões de influência em Minas Gerais, o Observatório da Educação Profissioinal e Tecnológica  promoveu o 2º seminário do grupo no dia 25 de novembro. O evento ocorreu em Belo Horizonte, no Campus I do Cefet MG, uma das entidades participantes do projeto.

As outras instituições que compõem o Observatório são os cinco institutos federais mineiros, dentre eles o IFMG, responsável por coordenar as pesquisas. “Como os trabalhos ocorrem em instituições distintas, precisamos de um ponto de encontro para acompanharmos as atividades. Essas reuniões também estimulam novas ideias para as pesquisas”, contou o coordenador do Observatório, Lucas Maia dos Santos, que é professor do Campus Sabará.

Lucas explicou que os resultados publicados neste encontro são ainda parciais. As conclusões definitivas, segundo ele, só devem ser conhecidas em junho de 2020, num terceiro seminário, quando também chegarão ao fim as atividades do Observatório.

“Como os trabalhos ocorrem em instituições distintas, precisamos de um ponto de encontro para acompanharmos as atividades. Essas reuniões também estimulam novas ideias para as pesquisas” - Professor Lucas Maia, coordenador do Observatório EPT

 

Projeto piloto
As conclusões das pesquisas, no entanto, não significarão o fim dos trabalhos. Pelo contrário. O coordenador contou que a ideia é levar os resultados à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), para que o modelo possa se repetir por todo o Brasil.  Lucas aproveita para chamar a atenção a respeito dos questionários enviados pelos pesquisadores do Observatório. “As respostas aos questionários são muito importantes, pois visam orientar os gestores das instituições. Quanto mais pessoas responderem, mais fidedignas serão as pesquisas”, pontuou.

 

O Observatório

O Observatório irá produzir conhecimento sobre a realidade local e regional na qual as unidades da Rede Federal estão inseridas, de forma a apoiar o planejamento estratégico dos setores de Ensino, Pesquisa, Extensão e Desenvolvimento Institucional. São sete as linhas de pesquisa em andamento, que realizam estudos voltados a compreender o ambiente interno da Rede Federal, como a verticalização (itinerários formativos), o perfil dos servidores, trajetória dos egressos, o ambiente externo, incluindo os impactos nos arranjos produtivos, culturais e sociais.