Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Núcleo de Estudos promove live para debater visibilidade trans
conteúdo

Acontece nos Campi

Núcleo de Estudos promove live para debater visibilidade trans

"A educação pelo olhar Trans" é o tema da roda de conversa realizada no Dia da Visibilidade Trans, comemorado em 29 de janeiro. Evento é organizado por professores e estudantes do Campus Bambuí.
publicado: 29/01/2021 11h06, última modificação: 29/01/2021 11h06
Picasa

Nesta sexta-feira, 29 de janeiro, data em que se comemora o Dia da Visibilidade Trans no Brasil, o Núcleo de Estudos em Gênero e Sexualidade (NEGeS) do IFMG - Campus Bambuí promove a roda de conversa “A educação pelo olhar Trans”, um evento virtual, que será transmitido ao vivo pelo YouTube, a partir de 19h. A live contará com professores e estudantes convidados, que abordarão a vivência deles no ambiente escolar, além da contribuição do Centro Acadêmico de Matemática (Camat) da Universidade Federal de Lavras. 

O Dia da Visibilidade Trans é comemorado no Brasil desde 2004, a partir de uma campanha do Ministério da Saúde. A data simboliza a luta cotidiana das pessoas trans pela garantia de direitos e pelo reconhecimento da sua identidade, principalmente as que se encontram em situação de vulnerabilidade. Desde abril de 2016, pessoas trans são autorizadas a usar o nome social, tendo garantido legalmente o reconhecimento de sua identidade de gênero no âmbito da administração pública federal.

O IFMG garante a seus estudantes o uso do nome social em seus documentos acadêmicos. O nome social é aquele pelo qual a pessoa trans opta por ser chamada, de acordo com sua identidade de gênero. De acordo com a professora Meryene Teixeira, que é orientadora do NEGes, a não compreensão e a falta de conhecimento de abordagens e conceitos sobre gênero e sexualidade prejudicam, principalmente, as pessoas que vivem à margem da sociedade, pois são excluídas das políticas públicas. Ela defende que o estudo desse tema promove o respeito, a dignidade e a cidadania plena à população trans, que ganha força para lutar e ocupar espaços sociais como escola, trabalho, acesso à saúde etc.

O NEGeS tem como meta realizar ações para difundir o debate entre a comunidade acadêmica acerca das temáticas de gênero e de diversidade sexual. Para acompanhar a live que será realizada na noite desta sexta-feira, clique neste link ou na tela abaixo.