Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Robô para suinocultura vence IV Olimpíada de Inovação
conteúdo

Notícias

Robô para suinocultura vence IV Olimpíada de Inovação

4ª edição da Olimpíada de Inovação destinou R$27 mil em prêmios para as equipes vencedoras. Cerimônia de premiação foi realizada virtualmente, na noite desta quarta-feira, 23 de novembro.
publicado: 24/11/2022 15h09, última modificação: 29/11/2022 08h31

A noite desta quarta-feira, 23 de novembro, celebrou a final da IV Olimpíada de Inovação como parte da programação do Planeta IFMG. A cerimônia, realizada virtualmente no canal IFMG Play, pode ser assistida no YouTube (clique aqui). O evento é uma iniciativa do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) do IFMG e visa estimular o trabalho colaborativo, o desenvolvimento de negócios, processos, produtos, serviços e soluções inovadoras de impacto social e econômico, assim como promover a prática da inovação e a difusão da cultura empreendedora. 

A IV Olimpíada de Inovação - iniciada em março de 2022 - selecionou seis equipes para a etapa final e aportou R$4 mil para que os projetos desenvolvessem o Produto Mínimo Viável (MVP). As equipes selecionadas para a segunda fase foram: Dronáticos, Color Coffee, Geração Renovar, SoloFert, Plank e Agrotech. Todos tiveram a oportunidade de participar de uma série de capacitações relacionadas ao empreendedorismo e o desenvolvimento de produtos e negócios.

Cada equipe teve seis minutos para apresentar os produtos para os avaliadores Yaankha Bárbara, da Wylinka; Manoela Oliveira, da Superintendência de Inovação, Economia Agropecuária da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa); Flávio Amaral, da +Inovação; Milene Freitas, da TecnoParq UFV e Neo Adventures; Cesar Santos, da ICL América do Sul e Rafael Tunes, do Sebrae.

Sobre os produtos 

Agrotech: Apresentou o produto “Horta automatizada: soluções inteligentes que melhoram a produção no campo”. Apresentado por Eliezer Guimarães, do Campus Ibirité, a Agrotech tem um portfólio de três níveis de automatizadores: orientador, autoirrigável e automatizador que cobrem áreas de até 25m2. Os valores variam de R$250 a R$1270.  

 

Color Coffee: Criação de um aplicativo que foca na padronização e qualidade do grau de torra do café com ferramentas de baixo custo e de fácil acesso ao produtor. Durante o pitch de apresentação, João Vitor Veloso, do Campus Bambuí, explicou o funcionamento do aplicativo, onde por meio do processamento de imagem e inteligência artificial, o produtor tira uma foto do café torrado e o aplicativo calcula em poucos segundos o grau de torra.

Post para Instagram do Dia Nacional do Futebol com grama verde.pngDronáticos: Apresentado pelos estudantes Ricardo Gomes e Yasmin Gonçalves, do Campus Ponte Nova, o produto Lunar é um sistema autônomo para monitoramento de granjas suinocultoras. O objetivo é mitigar os maiores problemas do setor: monitoramento, gastos excessivos com medicamentos, perda de produção e qualidade, mudanças na legislação para o bem estar animal e pesquisas científicas. Para isso, a equipe Dronáticos desenvolveu um robô inteligente que coleta dados e é equipado com sensor de temperatura, luminosidade, gases tóxicos, câmeras térmicas para identificar animais febris e sistemas de identificação de tosses e espirros. Segundo a equipe, o primeiro protótipo já está pronto e encontra-se em fase de testes. Cada robô tem um custo de R$5.600.

Geração Renovar: Focado na economia verde, a equipe ‘Geração Renovar’ apresentou o produto Tijolo Ecológico, composto de garrafas pets, palha de café e resíduos de lixo aliados a resíduos agroindustriais que ainda são descartados sem ter uso comercial e/ou ambiental adequado. Pitch realizado pela estudante Marcilene do Nascimento, do Campus São João Evangelista.

Plank: Desenvolveu o website ObservaDor que visa o acolhimento e apoio psicológico e jurídico de vítimas de racismo, feminicídio e preconceito com o público LGBTQIA+. Segundo o estudante Pedro Augusto Prado, do Campus Sabará, o site permitirá que pessoas façam denúncias anônimas, além de fornecer um mapa com localidades consideradas de maior e menor segurança, com base nas denúncias realizadas. Um dos objetivos é a parceria entre a polícia e o Ministério Público para realizar ações nestes locais. O protótipo do site está em estágio avançado e aguardando a fase de testes. 

SoloFert: O Brasil é o quarto produtor mundial de alimentos, porém não é autossuficiente em fertilizantes. Pensando nisso, a equipe SoloFert desenvolveu uma solução tecnológica - em plataforma mobile (Android e iOS) - que automatiza o cálculo para aquisição de adubos e fertilizantes, além de outras funcionalidades como: gerenciamento de histórico de vendas e entrega de produtos, planejamento de entregas com informações sobre o clima, controle de defensivos e custo de produção. Pitch apresentado pelo estudante Jean Gustavo Rezende do Campus Bambuí. Investimento inicial de R$35 mil. Projeto em fase final de desenvolvimento.

Conheça o pódio final

1º lugar - Equipe Dronáticos - Campus Ponte Nova - R$15.000,00 - 81,2 pontos

2º lugar - Equipe Geração Renovar - Campus São João Evangelista - R$9.000,00 - 81,2 pontos

3º lugar - Equipe Agrotech - Campus Ibirité - R$3.000,00 - 68,8 pontos

4º lugar - Equipe SoloFert - Campus Bambuí - 64,5 pontos

5º lugar - Equipe Color Coffee - Campus Bambuí - 55,7 pontos

 6º lugar - Equipe Plank - Campus Sabará - 51,3 pontos