Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Plataforma Nilo Peçanha aponta crescimento e evolução da Rede Federal
conteúdo

Notícias

Plataforma Nilo Peçanha aponta crescimento e evolução da Rede Federal

Dados mostram redução da evasão escolar no IFMG. Campus Ipatinga se destaca em Minas e na Região Sudeste com bom Índice de Eficiência Acadêmica. Live do projeto "IFMG Presente" vai abordar resultados.
publicado: 07/07/2020 11h32, última modificação: 07/07/2020 11h51

Publicada em 17 de junho, a Plataforma Nilo Peçanha (PNP), página oficial de divulgação das estatísticas referentes às instituições que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica,  confirmou, em sua terceira edição, o contínuo crescimento e evolução dos Institutos Federais. A plataforma reúne dados sobre corpo docente, discente, técnico-administrativo e despesas de todas as instituições de ensino técnico. As informações apresentadas referem-se sempre ao ano anterior, portanto, os dados publicados agora refletem o ano base de 2019. Esta é a primeira vez em que a PNP é desenvolvida na infraestrutura do MEC.

Um dos indicadores, por exemplo, é o de eficiência acadêmica, no qual o IFMG apresentou significativa evolução desde a primeira publicação da plataforma, há dois anos. Nesse índice, obtido pela relação entre o número de alunos formados, o percentual dos que abandonaram os estudos e os estudantes retidos, o Instituto avançou de 50,7% em 2017 para os atuais 64,2%. O número ficou acima do índice estadual, que foi de 52,4%. Tal progresso foi possível, especialmente, devido à redução no índice de evasão escolar. A primeira edição da Nilo Peçanha mostrava que 45,63% dos discentes evadiram a cada ciclo, índice que agora está em 31,88%. 

“Os resultados mostram que as ações do IFMG, através do diálogo com os campi e de um grande esforço da Pró-Reitoria de Ensino, buscando informações, têm dado resultados positivos”, salienta o professor Carlos Bernardes, que era pró-reitor de Ensino em 2019 e atualmente está na Pró-reitoria de Extensão. Ele atribui parte desse sucesso às ações da Assistência Estudantil, setor que recebeu investimento maciço, com a criação de uma diretoria em 2015. “Educação não se faz com uma variável só e a Assistência Estudantil colabora para que as pessoas possam seguir na escola”, complementa.

Expansão

O número de vagas ofertadas pelas instituições - quase quinhentas mil em 2019 - apresentou um aumento de 13,41% em relação aos dados de 2017. Da mesma forma, a quantidade de matrículas efetuadas (acima de um milhão) mostra a contínua expansão da Rede Federal. Esse crescimento é acompanhado pelo IFMG, cuja oferta de vagas chegou a quase 11.500 em 2019, mais que o dobro da oferta disponibilizada em 2017. As inscrições, por sua vez, somaram 36.297 registros. Dois anos antes, eram pouco mais de 20 mil.

A Rede é um investimento público que gera benefícios para toda a sociedade em mais de 650 unidades em todo o país. Temos motivos para comemorar os resultados apresentados.” (Weber Tavares, gerente de projetos da Setec)

Para Weber Tavares, gerente de projetos da Setec, a Plataforma mostra a força da Rede Federal, cada vez maior, com mais matrículas e justificando o investimento que é feito. “O custo de um aluno, atualmente em torno de R$ 15.700 por ano, é absolutamente razoável com o resultado que ela entrega. A Rede é um investimento público que gera benefícios para toda a sociedade em mais de 650 unidades em todo o país. Temos motivos para comemorar os resultados apresentados”.

Corpo docente

A ampliação na oferta de vagas também ocasionou um aumento no número de docentes. Os 1.009 professores contabilizados em 2017 são hoje 1.138 em todo o IFMG, dos quais 983, servidores efetivos, em regime de dedicação exclusiva. Desse total, mais da metade (55,26%) possuem mestrado, enquanto 37% são doutores. Esses dados marcam o índice de titulação do corpo docente (um dos indicadores da Plataforma Nilo Peçanha) em 4,3, numa escala que vai de 1 a 5. A avaliação é pouco maior que a média da Rede Federal, avaliada em 4,2.

No IFMG, cabe à Procuradoria Educacional coordenar o trabalho dos registradores acadêmicos dos campi e validar as informações inseridas na PNP. “Sem o trabalho dos técnicos responsáveis em cada campus, todo esse trabalho não seria possível”, afirma a coordenadora do setor, Denise Santana. Segundo ela, a busca pela melhoria e evolução são uma constante no Instituto, principalmente no desenvolvimento das políticas de Ensino, Pesquisa e Extensão e todos os indicadores da plataforma são importantes. “Mas vejo como muito relevante o da evasão, que indica a necessidade de políticas educacionais para os fatores que levam o aluno a evadir. Ao longo dos anos, o IFMG tem se dedicado a diminuir esse índice com políticas de acompanhamento e assistência aos alunos”, destaca.

Os resultados da PNP referentes a 2019 serão tema da live "IFMG Presente", que será realizada nesta terça-feira, 7 de julho, às 16h. Clique aqui para participar!

Leia mais:

Campus Ipatinga alcançou primeiro lugar em eficiência acadêmica entre instituições mineiras

Rede Federal contabiliza mais matrículas e queda na evasão, segundo Plataforma Nilo Peçanha

IFMG tem melhor Índice de Eficiência Acadêmica da Região Sudeste

Acesse o site da Plataforma Nilo Peçanha