Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Campi promovem atividades pedagógicas durante período de isolamento
conteúdo

Notícias

Campi promovem atividades pedagógicas durante período de isolamento

Em Arcos, a ideia é desenvolver uma gincana virtual voluntária; em Bambuí, alunos podem submeter projetos de pesquisa; e, em Ipatinga, olimpíada virtual de física movimenta os alunos.
publicado: 07/04/2020 16h45, última modificação: 07/04/2020 16h45

Neste período de suspensão de atividades acadêmicas presenciais, um dos principais desafios de qualquer instituição de ensino e de seus alunos é o de manter o ritmo dos dias letivos. Em um primeiro momento, por mais complicado que possa parecer, é importante que os alunos mantenham uma rotina de estudos e de realização de atividades, encaminhadas pelos professores, que permitam a aplicação dos conteúdos anteriormente trabalhados. 

Pensando nisso, os campi do IFMG estão desenvolvendo estratégias didáticas e propondo diversas atividades para esse período de isolamento social. Três dessas atividades, propostas pelos campi Arcos, Bambuí e Ipatinga, estão relacionadas aqui. Acompanhe e descubra como participar em cada uma das unidades.

Campus Arcos desenvolve gincana virtual

O projeto intitulado “Gincana Virtual #ficaemcasa”, proposto pelo colegiado do curso Técnico em Mecânica Integrado ao Ensino Médio, pretende incentivar os alunos a desenvolverem práticas de leitura, escrita e de resolução de exercícios de modo virtual e totalmente a distância. O contato entre alunos e professores ocorre por meio de ferramentas tecnológicas, em especial o Google Classroom e o Moodle.

A adesão à gincana é voluntária e a participação não será considerada no registro dos dias letivos. Ainda assim, os estudantes mais participativos e com melhor avaliação vão receber, como premiação, uma viagem ao município mineiro de Capitólio, localizado aos pés da Serra da Canastra e famoso por sua cachoeiras, cânions e lagos.

Os alunos da unidade interessados em manter o ritmo escolar e ainda em concorrer à viagem já devem ficar atentos aos e-mails. A primeira atividade da gincana #ficaemcasa foi enviada aos estudantes no dia 31 de março.

Campus Bambuí incentiva desenvolvimento de projetos de pesquisa

Já no Campus Bambuí, a ideia é fomentar o desenvolvimento, por parte dos alunos, de projetos de pesquisa em diferentes áreas do conhecimento. Por meio da Diretoria de Inovação, Pesquisa e Pós-graduação (DIPPG), o campus lançou, no dia 24 de março, o edital 13/2020 que relaciona as normas referentes ao Programa Voluntário de Iniciação Científica e Tecnológica.

Docentes orientadores e alunos podem submeter projetos, em fluxo contínuo, por meio do Sistema Unificado de Administração Pública (Suap). A inscrição deve ser realizada pelo coordenador do projeto, ou seja, pelo professor orientador. As normas e exigências que regulamentam a submissão de projetos estão descritas no edital.

Para aqueles alunos que ainda não tiveram nenhum tipo de contato com pesquisas acadêmicas, a DIPPG disponibilizou um manual que orienta os estudantes a respeito da confecção de um projeto de pesquisa e que relaciona quais os itens que devem constar em um bom projeto.

Clique aqui e acesse o manual.

Para mais informações, bem como para acesso ao edital 13/2020, acesse à página do Campus Bambuí.

Professores do Campus Ipatinga promovem olimpíada de física a distância

A Primeira Olimpíada de Física a Distância do Campus Ipatinga será realizada durante o período de suspensão de aulas, com o intuito de instigar os alunos a resolverem desafios relacionados aos conceitos trabalhados nas aulas de física dos cursos técnicos integrados ao Ensino Médio. Além da prática dos conceitos trabalhados, as turmas da primeira e segunda séries disputarão entre si o prêmio de um ponto extra nas disciplinas de física.

Desenvolvida pelos professores Marcos Flávio Oliveira e Rafael Ribeiro, a olimpíada será realizada por meio virtual. Os alunos receberão, às segundas-feiras, um e-mail, no endereço da turma, com o desafio a ser realizado. A partir disso, os estudantes terão até a sexta-feira daquela semana para responderem as questões, também por meio do e-mail da sala, enviando uma única solução por turma.

À medida que as respostas forem enviadas, os professores irão pontuar o desempenho das turmas. A primeira sala que enviar a solução ganha cinco pontos, a segunda fica com três, e a terceira, se houver, leva um ponto. Se os alunos acertarem a questão, a turma ganha dez pontos extras, dentro do sistema de pontuação da olimpíada. Os vencedores serão conhecidos por meio da soma de suas pontuações e os professores vão divulgar a turma campeã ao final do período de suspensão das aulas presenciais.