Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Eleição de candidatos para as comissões de flexibilização de jornada
conteúdo

Notícias

Eleição de candidatos para as comissões de flexibilização de jornada

Pelo novo cronograma, campanha eleitoral termina no dia 19 de abril. Eleições acontecem em 22/04
publicado: 15/04/2024 15h00, última modificação: 15/04/2024 16h13

Termina no dia 19 de abril o prazo destinado à campanha eleitoral dos candidatos à vagas nas comissões locais de flexibilização de jornada.

Conforme o edital 06/2024, podem se candidatar os técnicos administrativos pertencentes ao quadro de pessoal ativo permanente do Instituto.

 

Votação

Para votar, o técnico administrativo deverá acessar o banner eletrônico disponibilizado pela Comissão Permanente Central de Flexibilização no portal do IFMG, segundo cronograma, e registrar suas opções. Cada eleitor votará em dois ou quatro candidatos, de acordo com quantitativo estabelecido no edital. É permitido o voto em branco. 

Representantes por unidade:

•  2 membros titulares – Arcos, Betim, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Ibirité, Ipatinga, Itabirito, Formiga, Governador Valadares, Ouro Branco, Piumhi, Ponte Nova, Ribeirão das Neves, Sabará e Santa Luzia.

•  4 membros titulares – Bambuí, Ouro Preto e São João Evangelista

Cronograma retificado (publicado em 11/04/2024) 

Candidatos inscritos (publicado em 09/04/24)

 Acesse o edital 06/2024

Sobre as comissões

As comissões são responsáveis pela condução dos processos da jornada flexibilizada de 30 horas nas Unidades Organizacionais nos campi e na Reitoria. De acordo com a Resolução nº28/2022, aprovada pelo Consup, entre as atribuições das comissões locais estão prestar apoio aos representantes das Unidades Organizacionais na abertura do processo de solicitação da adoção do regime de jornada trabalho flexibilizada; assessorar a direção no redesenho das Unidades Organizacionais e na realocação de servidores; analisar e emitir parecer referente à solicitação de adoção da flexibilização; fiscalizar a execução dos processos aprovados; e avaliar, periodicamente, os resultados da implantação da flexibilização da jornada de trabalho.